Empresas digitais estrangeiras poderão pagar mais imposto com a Reforma Tributária

(Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

A bola da vez no Congresso Nacional é a Reforma Tributária. Se por um lado a proposta pode servir de impulso para as criptomoedas no Brasil, por outro pode tornar serviços como Uber e Netflix mais caros para o consumidor.

Isso porque a PEC 45, de autoria do deputado Baleia Rossi, prevê a unificação de vários impostos em um único Imposto sobre Operações de Bens e Serviços (IBS). E este imposto seria cobrado de forma diferenciada para empresas que atuem pela internet. Empresas como Netflix e Uber, que não são taxadas da mesma forma que companhias nacionais. A Reforma Tributária visa corrigir esta injustiça.

A revisão dos impostos brasileiros é muito bem vinda. Porém não pode ser ferramenta de protecionismo de mercado, e sim de justiça tributária.

Reforma Tributária pode impulsionar criptomoedas no Brasil

(Internet)

Um interessante artigo de Bruno Meyerhof, publicado no portal Infomoney, joga luz sobre uma possível alternativa às imposições do Estado no que se refere a tributos: as criptomoedas.

Agora que a Reforma da Previdência já são favas contadas, os políticos federais voltam suas atenções para a Reforma Tributária.

E pelas propostas que estão sendo ventiladas, é muito provável que os diversos impostos existentes sejam unificados num só, que deverá incidir sobre as movimentações financeiras. Ou seja, sempre que você sacar dinheiro, realizar uma transferência ou pagar suas compras do mercado no débito, vai pagar imposto.

A alternativa para escapar disso chama-se Bitcoin. Pois como a moeda digital é descentralizada, você não vai precisar pagar imposto a ninguém, e o governo não vai ter acesso às suas transações.

Não que eu seja contra o pagamento de impostos. Acredito no império das leis do Estado. E a sociedade deve bancar financeiramente a sustentação desta estrutura. Mas que seja de forma inteligente e muito, mas muito bem pensada mesmo.

Porque, como diria Capitão Nascimento em Tropa de Elite 2, “O sistema se reorganiza.” O cidadão vai dar um jeito de proteger seu patrimônio.