Fim do botão “like”do Instagram é estratégico

(internet)
(internet)

Com a desculpa de proteger a saúde mental de seus clientes e desestimular a competição na plataforma, o Instagram testou, por um dia, a desabilitação do botão “like” (ou curtir) nas fotos publicadas. Neste teste, somente o autor conseguia ver quantas curtidas ele recebeu por foto.

Há mais caroço nesse angu. Não podemos esquecer que o número de curtidas é um dado. Um dado que pode gerar renda para influenciadores digitais. Pois uma empresa pode contatar diretamente uma “blogueirinha” para anunciar seu produto, com base nas curtidas que ela gera.

Ao esconder esse dado, o Instagram obriga o anunciante a entrar em contato com o próprio Instagram para ter acesso a dados que indiquem quem são os maiores influenciadores da plataforma. E, fazendo o meio de campo da negociação, é possível cobrar um módico pedágio e faturar uma grana com isso.

FaceApp vira febre no Instagram e Facebook

Daniel Gomes envelhecido pelo FaceApp
(Reprodução /FaceApp)

Um aplicativo que te dá uma fotografia do futuro: este é o FaceApp, que virou mania neste domingo nas redes sociais.

O app caiu no gosto da galera: Instagram e Facebook foram inundados por fotos de amigos e amigas com o rosto realisticamente envelhecido. Sim, o aplicativo consegue implementar um efeito bastante verossímil, dando uma boa ideia de como será seu provável rosto daqui a uns 30 ou 40 anos.

É claro que tudo não passa de uma brincadeira, e não deve ser levado a sério. Mas é divertido ver como podemos ficar parecidos com nossos pais ou mães quando nossa idade avançar.

O App está disponível tanto para android quanto para iOS.

Dollify é o aplicativo-sensação do momento

(Dollyfy/Divulgação)

Já reparou que alguns dos seus amigos no Facebook ou Instagram estão compartilhando caricaturas em 3D? Saiba que este é um produto do app que é a moda da vez: Dollify.

Disponível para Android e iOS e totalmente gratuito, o aplicativo permite a montagem de uma autocaricatura, mesmo para aqueles que tenham zero de talento para desenho. Através de poucos cliques, o usuário escolhe suas características entre centenas de opções de cabeça, cabelos, olhos, etc. Tudo para ficar o mais próximo possível de sua auto-imagem.

O engraçado muitas vezes é isso: às vezes a autoimagem que seu/sua amigo(a) tem de si mesmo está longe do que ele/ela realmente é.

Facebook está passando por uma Orkutização

E por falar em Orkut, o Facebook está passando por uma fase de ocaso que, caso não se cuide, poderá levá-lo ao mesmo fim do Orkut.

Com muitas frases de efeito de tios, imagens de bom dia de tias e bobagens ditas por um monte de gente, muitos jovens já estão preferindo usar o Instagram em vez da rede criada por Mark Elliot Zuckerberg. O próprio já disse que o Facebook está entrando numa fase de estabilização de novos membros, o que não agradou nada nada seus acionistas.

De um ano pra cá, suas ações desvalorizaram 6%.