Lista de estatais a serem privatizadas está feita

(Wilton Jr / Estadão)
(Wilton Jr / Estadão)

A colunista Bela Megale traz a notícia em seu blog no jornal O Globo de que o Ministério da Economia já fechou a lista das estatais que serão privatizadas, extintas e mantidas.

As que puxam a fila das privatizações são as empresas Correios e Eletrobrás, ambas deficitárias há algum tempo.

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) será reduzida, porém mantida. Assim como, muito provavelmente, Petrobras, Banco do Brasil e Caixa, porém sem suas subsidiárias.

Entre as extintas, certamente estará a Infraero, após a venda dos aeroportos.

A equipe econômica está aguardando apenas a aprovação da Reforma da Previdência para anunciar o pacote.

Correios é cobiçado por Alibaba e Amazon

(Elza Fiuza/Agência Brasil)
(Elza Fiuza/Agência Brasil)

Leandro Mazzini, colunista do jornal O Dia, trouxe ontem a informação em sua coluna de que fontes internas dos Correios admitem que há uma disputa em andamento entre a chinesa Alibaba e a americana Amazon pela compra da estatal, se e quando ela for privatizada.

É bom lembrar que, hoje, os Correios só possuem o monopólio de entrega das cartas e documentos. Então, ao meu ver, o que interessa mesmo a estas empresas é sua estrutura logística, como frota, estrutura física e banco de dados.

O difícil será para alguns engolir uma empresa tradicional brasileira passar às mãos de uma estrangeira.

Privatização dos Correios é adiada mais uma vez

(Elza Fiuza/Agência Brasil)
(Elza Fiuza/Agência Brasil)

Os liberais devem estar frustrados com o novo presidente dos Correios, Floriano Peixoto. Pois o novo comandante da empresa disse, em entrevista ao Estadão, que deseja fortalecer a empresa, e que ainda não foi batido o martelo com relação à sua privatização, pois a hipótese ainda estaria sendo estudada.

Isso vai contra o desejo de Paulo Guedes, que teria convencido o presidente Jair Bolsonaro a dar o ok para a venda da estatal. As palavras de Peixoto soam como um banho de água fria nesta proposta.

Cuidado, Peixoto. Recentemente vimos o que aconteceu com o último que bateu de frente com os dois.