Carteira Daninvest valorizou-se 105,95% no 1º Semestre

placa_rendimento_carteira_daninvest_1o_semestre_2019_2

O 1º semestre foi ótimo para os investimentos em ativos variáveis. Com a perspectiva da melhora da economia, os grandes players do mercado tiraram o escorpião do bolso e apostaram nas empresas brasileiras. Tanto é que o Ibovespa valorizou-se 14,9% no período.

Mas para a carteira Daninvest, o período não foi ótimo não… foi fantástico! A carteira conquistou um resultado espetacular: rendimento de 105,95% no 1º semestre de 2019. Ou seja, ela mais que DOBROU de valor!

Mas o que é a Carteira Daninvest?

É simplesmente os investimentos que faço em renda variável. 90% do meu patrimônio está alocado em renda fixa (Tesouro Selic, FGTS e Fundo de Pensão), os outros 10% estão aplicados em renda variável.

Como foi o desempenho da carteira?

carteira_daninvest_1o_semestre_2019

Note que os valores estão mensurados por pontos, por questão de sigilo patrimonial.

Devo destacar que a grande sensação do período foi o Banco Pan. Comprei papéis da empresa assim que saiu a notícia no Money Times de que a Caixa estava querendo vender sua participação no antigo banco do Sílvio Santos. Como o mercado adora uma privatização, resolvi surfar na onda. Só que não esperava tanto: de R$ 2,11 em 28/01, as ações estão precificadas hoje em incríveis R$ 10,20! Posteriormente, além da perspectiva de sua venda pela estatal, contaram também a digitalização acelerada dos seus serviços e a recomendação da Empiricus para a compra deste ativo.

Veja a importância que o ativo ganhou na carteira no período, saltando de 21,2% para 43,5%:

Início do Semestre
Início do Semestre
Fim do Semestre
Fim do Semestre

Para o post não ficar muito extenso, vou parando por aqui. Mas voltarei a fazer comentários sobre a carteira nos próximos posts. E todo início de mês farei a atualização do seu valor.

Ah, e só para deixar claro: esse post não configura sugestões ou orientações de investimentos. É apenas demonstrativo.

Reforma da Previdência embalou na Câmara

(Valter Campanato / Agência Brasil)
(Valter Campanato / Agência Brasil)

Hoje foi o dia em que deram um bom tranco no andamento da Reforma da Previdência, e com isso ela embalou. Refiro-me à aprovação do texto base do deputado-relator Samuel Moreira na Comissão Especial. E por larga vantagem.

Não à toa, o Ibovespa renovou sua máxima histórica e o dólar segue tendência de queda.

A votação realizada hoje, no início do mês, dá esperanças aos geradores de empregos de que a Reforma possa ser votada em Plenário da Câmara (isto é, por TODOS os deputados) até o dia 18 de julho, quando inicia-se o recesso do Parlamento.

Seria uma boa, pois quem está sem emprego já esperou demais. Para quem está sem emprego, seis meses é uma eternidade. E para quem tem emprego, uma economia parada é uma eterna ameaça.

E acaba com a principal desculpa do governo para esta letargia macroeconômica.

Microsoft lança o Pacote Office 2019

Carro-chefe do postfólio da Microsoft, o Pacote Office ganhou uma nova versão, chamada “2019.” Os diferenciais dessa nova leva são: word com fundo escuro, Outlook focado nas mensagens mais importantes, PowerPoint com novas transições e Excel com novos tipos de gráficos.

Para saber de todos os detalhes, clique aqui.