Python remove palavras politicamente incorretas

A linguagem de programação Python, uma das sensações da atualidade, não vai usar mais as palavras reservadas “master” e “slave” em sua sintaxe.

A discussão entre abolir ou não as palavras foi acalorada, mas no final o politicamente correto venceu mais uma vez. Tanto que obrigou ao criador da linguagem, Guido van Rossum, voltar da sua aposentadoria somente para resolver a questão.

Curta a página no FacebookCurta a página no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *