Privatização dos Correios é adiada mais uma vez

(Elza Fiuza/Agência Brasil)
(Elza Fiuza/Agência Brasil)

Os liberais devem estar frustrados com o novo presidente dos Correios, Floriano Peixoto. Pois o novo comandante da empresa disse, em entrevista ao Estadão, que deseja fortalecer a empresa, e que ainda não foi batido o martelo com relação à sua privatização, pois a hipótese ainda estaria sendo estudada.

Isso vai contra o desejo de Paulo Guedes, que teria convencido o presidente Jair Bolsonaro a dar o ok para a venda da estatal. As palavras de Peixoto soam como um banho de água fria nesta proposta.

Cuidado, Peixoto. Recentemente vimos o que aconteceu com o último que bateu de frente com os dois.

Curta a página no FacebookCurta a página no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *