Mercado não liga para Moro e Dallagnol

A bolsa de valores de São Paulo fechou praticamente estável no dia de hoje. Bem diferente do “Joesley Day”, o dia em que foram divulgadas conversas entre o dono da Friboi e Michel Temer. Naquele dia, o Ibovespa despencou 10% e o circuit braker foi acionado. Desta vez, nada parecido.

Deve ser porque os desdobramentos desse caso são bastante diferentes. E mais suaves, do ponto de vista dos negócios. Pois o que está na mira é um ministro demissível e um ex-presidente popular preso. O máximo que pode acontecer é Moro cair e Lula ser solto. E vida que segue.

É claro que o correto é que um juiz mantenha distância da acusação e da defesa. O caso deve ser investigado. Mas nada que abale as estruturas da República.

Curta a página no FacebookCurta a página no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *