Grupo Abril não paga seus funcionários demitidos

Cerca de 800 ex-empregados da quase-falida Editora Abril foram dispensados sem as verbas indenizatórias, como os 40% sobre o FGTS. Entrou tudo no bolo da recuperação judicial pela qual a empresa está passando.

Por isso, amanhã haverá um protesto em frente à gráfica da empresa, na Marginal Tietê.

Triste fim.

Curta a página no FacebookCurta a página no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *