A novela FGTS: muito lero-lero e nada de concreto

(Internet)
(Internet)

Prometida como a grande novidade dos 200 dias de governo, a permissão para o saque de parte do FGTS foi adiada sem maiores explicações. Neste meio tempo, discussões entre diversos interessados (tanto no saque quanto na manutenção do fundo) ocorreram.

Há quem acredite que vai sair apenas um “trocado” de R$ 500. Outros dizem que não vai sair nada.

A ansiedade se justifica: o povo quer acesso ao seu dinheiro para ter um respiro nas contas do mês. O governo quer reativar a economia.

Só que o FGTS fornece dinheiro barato para estimular o desenvolvimento de moradias e infraestrutura do Brasil. Por isso que é bastante justificável que ele seja mantido.

Próxima quarta-feira acaba essa novela.

Curta a página no FacebookCurta a página no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *