É furada ser day-trader, não caia nessa

Há cerca de 3 meses atrás, saiu no jornal Valor Econômico uma reportagem que fazia uma análise realista de investidores que tentaram ser day-traders na bolsa de valores. A constatação foi desanimadora, porém de acordo com o que investidores sérios da área já sabiam: 90% dos que entraram nessa tiveram prejuízo. Pior ainda: apenas 1% obteram lucros acima de R$ 300, o que um motorista de Uber também faz.

São dados mais do que suficientes para que você, que pensa em ganhar dinheiro apenas sendo ágil com os cliques do mouse, desista desta ideia. É dificílimo competir com os robôs das grandes corretoras.

Como demonstrou o estudo, é mais vantajoso ser motorista do Uber.

Ações do Banco Inter mais que dobraram em 5 meses

site_banco_inter

Quem investiu nas ações do Banco Inter (BIDI4) em sua estreia na Bovespa se deu bem! O banco abriu seu capital vendendo cada ação a R$ 18,50. Hoje ela vale nada menos do que R$ 43,22. Uma valorização de 133,62% em pouco mais de 5 meses! Um fenômeno!

Ok, quem investiu ganhou dinheiro. Mas e daí? Por que isso merece destaque?

Por causa do seu modelo de negócios.

O Banco Inter tem uma diferença crucial em relação aos grandes bancos: ele não cobra tarifas para nada! Ted, Doc, manutenção de conta… tudo isso é grátis, free, 0800! E mesmo com essa inexistente fonte de receita, o banco está sendo altamente lucrativo, principalmente devido à sua eficiente plataforma digital. TUDO é feito pelo celular ou pela internet.

Esta valorização acionária dá um importante recado aos grandes bancos: aumentem a velocidade da digitalização de seus serviços, para assim poderem abandonar mais rápido a velha ideia de empurrar  um monte de tarifas em seus clientes. Eles agora tem várias outras opções.

Bancão: adapte-se rapidamente ou definhe-se.