Quem souber manipular Biga Data vai ser o cara!

Se você ainda não conhece termo, prepare-se: quem for craque em Big Data será disputado a tapa no mercado.

Big Data é mais do que a tradução simplória de “Grandes Dados.” Significa um imenso volume de dados coletados por plataformas digitais através dos hábitos dos seus usuários.

O simples movimento de você entrar no Instagram, curtir uma foto e comentar já oferece uma quantidade enorme de dados sobre sua pessoa, como sexo, idade, gostos, horário de uso, etc. Agora multiplique toda essa informação por milhões de usuários da plataforma. Isto é Big Data.

E para que serve isso? Ora, para que a Netflix ofereça um filme de acordo com os últimos filmes e séries que você viu; para que o Facebook exiba um anúncio que seja útil a você; para que o iFood sugira restaurantes que sejam do seu agrado.

Dito assim, o conceito parece simplista, mas a análise do consumidor através da Big Data gera para as empresas uma economia de milhões de dólares/reais em publicidade, já que seu direcionamento é mais certeiro. Há também o aumento das receitas, pois as empresas conseguem oferecer produtos de acordo com o perfil do cliente, aumentando as chances de venda e, por consequência, seu ticket-médio.

Conheça Big Data, estude, se aprofunde. E abrace o sucesso!

Amazon quer entrar no mercado financeiro

A gigante de Jeff Bezos não quer ficar somente na intermediação de compra e venda de produtos online. Ela também quer intermediar serviços financeiros.

No momento, há intensas conversas com o seu já parceiro JP Morgan Chase para criar produtos destinados aos jovens desbancarizados – aqueles sem contas-correntes ou cartões de crédito.

Banco Inter cada vez mais bem avaliado

As ações do Banco Inter (BIDI4) atingiram hoje o valor máximo de R$ 24,48 por ação. Isso representa uma valorização em torno e 34% em pouco mais de 90 dias após a IPO.

É uma marca bastante representativa para o futuro do mercado financeiro pois, como se sabe, o banco não cobra o caminhão de tarifas que os 5 maiores bancos do Brasil costumam cobrar dos seus clientes.