Neymar cometeu crime cibernético ou não?

Para defender-se da acusação de estupro, Neymar divulgou semana passada em seu Instagram toda a conversa que teve com a modelo Najilla Trindade. Ali vê-se, além de pérolas que logo viraram diversos memes, um consentimento da modelo para ir até Paris ter relações sexuais com o jogador, além de diversas nudes.

Este ponto levantou a questão: Neymar teria cometido crime cibernético ao divulgar estas fotos, mesmo que embaçando o rosto da vítima?

O Olhar Digital consultou o advogado e especialista em Direito Penal Fernando Fabiani Capano. Ele diz que sim, Neymar pode ser responsabilizado. Ele diz que o rosto da modelo não está completamente desfocado.

Com uma posição contrária, o especialista em negócios e privacidade nos meios digitais, Leandro Alvarenga, diz que é preciso avaliar as circunstâncias do caso e que, no caso, não houve dolo do jogador em expor as fotos especificamente, e sim toda a conversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *